viernes, 24 de noviembre de 2017

1981 - TEM QUE SER VOCÊ


Música e letra: Caetano Veloso
© 1981

Tem que ser você
Tem que ser mulher
Tudo no lugar certo
Tem que ser você

Tem que ser assim
Gosto do prazer
Tudo tem seu momento
Tem que ser você

Tem que ser agora
Quando Deus quiser
Tudo tem seu segredo
Tem que ser você

Pra mim tem que ser você
Tantas outras mulheres
E só uma é quase assim
Tão pra mim como você

E homens, o amormentira
Pode ser tão bonito
Mas o céu do meu sexo
Tem que ser você

Tem que ser você
Tem que ser a flor
Tudo tem sua fonte
Tem que ser você

Tem que ser amor
Tem que ser total
Tudo tem sua estrela
Tem que ser você

Tem que receber
Minha afirmação
Tudo no lugar certo
Tem que ser mulher
Pra mim tem que ser você




1981 - CAETANO VELOSO
6129 2915 / 3:44
Álbum "Outras Palavras"
Philips LP 6328 303, B-3.
CD 838.465-2, Track 9.


2002 - FEITIÇO


Música e letra: Caetano Veloso
© Uns Produções (Natasha Edições)


Nosso samba
Tem feitiço,
Tem farofa,
Tem vela e tem vintém
E tem também
Guitarra de rock’n’roll,
Batuque de candomblé

       Zabé come Zumbi
       Zumbi come Zabé
       Zabé come Zumbi
       Zumbi come Zabé
       Tem Mangue bit, berimbau
       Tem hip-hop, Vigário Geral
       Tem reggae pop, Fundo de Quintal
       Capão Redondo, Candeal
       Tem meu Muquiço, meu Largo do Tanque
       Tem funk, o feitiço indecente
       Que solta a gente

Aquele abraço...

       Tem Mangue bit, berimbau
       Tem hip-hop, Vigário Geral
       Tem reggae pop, Fundo de Quintal
       Capão Redondo, Candeal
       Tem meu Muquiço, meu Largo do Tanque
       Tem funk, o feitiço indecente
       Que solta a gente
       Nosso samba





2002 – CAETANO VELOSO e JORGE MAUTNER
Participação Especial: GILBERTO GIL
BRMCA0200394 / 2:19
Álbum “Eu Não Peço Desculpa”
Universal Music CD 04400645192, Track 2.

2000 - CANTIGA DE BOI


Música e letra: Caetano Veloso
© 2000 Uns Produções (Natasha)

dedicada a Guile, Vadim e Zé Miguel

Meça a cabeça do boi:
Um CD colado à testa
Adornaram-no pra a festa
Do que foi. Desça à metade
Do que eternamente nasce:
Na face que é iridescente
Ó gente, dá-se a cidade.

Abra a cabeça do boi:
Por trás do CD um moço
Nesse cabra uma serpente
Cobra lá dentro do osso
Posso não crer na verdade
Mas ela dobra comigo:
Abrigo em mim a cidade.

Cantiga de boi é densa
Não se dança nem se entende
Doença, cura e repente
E desafio ao destino
Menino já tem saudade
Do que mal surgiu à frente:
Alma, CD, boi, cidade.

Purificação do adro
O quadro produz-se ali
Luz o palelepípedo
Límpido cristal de olhar
Grécia, Roma e Cristandade
O CD refrata o tempo -
- Templo-espaço da cidade







2000 - CAETANO VELOSO
70491580  BRMCA0000572 / 4'47"
Álbum "Noites do Norte"
Universal Music CD 73145483622, Track 7.






1986 - PORTEIRA


Música e letra: Caetano Veloso
© 1986

Flor do cerrado no meu coração
Ouve barulho do mar
Abre uma estrada que vai pelo chão devagar
Não quer voltar, não pára não
Parece que uma porteira se abriu
Pra uma avenida de luz
Pontos, estrelas, inscrevem no céu uma cruz
Que me conduz pelo Brasil

As bananeiras que o vento mexeu
Sabem do vento melhor
Do que meus cabelos, que ainda sou eu
Querendo saber de cor
Mas querendo saber só do amor

Flor do cerrado na palma da mão
Uma porteira se abriu
Pontos, estrelas, inscrevem no céu do Brasil
Loucuras mil, no coração










 
1986 - TÂNIA ALVES
6287 8948 / 4:18
Álbum "Dona de mim"
Discos CBS LP 138.289, A-1.
CBS Cassete n° 16261, A-1.
Columbia / Sony Music CD 746.538/2-490171, Track 1.





1976 - PEIXE


Música e letra: Caetano Veloso
© 1976 Gapa / Saturno


Peixe
Deixa eu te ver peixe
Verde
Deixa eu ver o peixe
Vi o brilho verde
Peixe prata





1976 - CAETANO, GAL, GIL, BETHÂNIA
6001 8739 / 3:16
Álbum "Doces Bárbaros"
Philips 2 LP’s 6349 307 / 6349 308, LP 2, B-2.
2 CD’s 842.920-2, CD 1, Track 7. [1989] 













1977 – DOCES BÁRBAROS
Álbum “Sítio do Picapau Amarelo”
Trilha Sonora do programa infantil da rede Globo
Som Livre LP 403.6118, A-3.
Som Livre 740.6118, B-3.
Som Livre CD 0239-2, Track 4. [2005]



1980 - PELE


Música e letra: Caetano Veloso
© 1980 Gapa / Saturno

Deus deseja que a tua doçura
Que também é a dele
Se revele, mais pura, na tua pele
E que eu pouse a mão sobre teu colo
Lua na noite escura
E a brancura do pólo se descongele

Essa pele de criança
Essa rima pra esperança
Tão antiga e nova
Que põe tudo à prova
Esse repouso, essa dança
Que me impele, que me lança
No meio da vida
Pra uma outra trova

Pele, pétala calma
Pele, parte mais clara da alma
Que o mistério se desvele
E outra vez mistério seja
Sobre tua pele
É o que Deus deseja

Tua pele luminosa
Madrepérola animada
Mensagem da rosa, enfim decifrada 










1980 - MARIA BETHÂNIA
6127 1993 / 2:40
Álbum "Talismã"
Philips LP 6328 302, A-5.




2011 – CLÁUDIA
Álbum “Senhor do Tempo - Canções Raras de Caetano Veloso”
Jóia Moderna / Tratore CD 0005, Track 8.


1996 - FUNK’N LATA